Desastres Naturais Recentes

O século 21 chegou com muitas novidades no que diz respeito a tecnologia e ciência, mas ainda assistimos as pessoas perecendo diante das catástrofes naturais. Nesse início de século os principais desastres atingiram países mais pobres, seja por questões econômicas, políticas públicas ou despreparo a verdade é que os países com menos recursos vem sofrendo mais com esses problemas.

Imagem de Amostra do You Tube

Uma questão importante ainda de se levantar é que os países mais pobres tem mais dificuldades para conseguir se restabelecer depois de uma catástrofe. Dos cinco maiores desastres do século quatro se deram em países menos favorecidos. A seguir você pode saber mais sobre cada uma dessas tragédias e tentar entender se existe alguma lógica nessas ocorrências.

As Maiores Catástrofes Naturais do Século

Tsunami no Índico em 2004

No dia 26 de dezembro de 2004 houve um terremoto de magnitude 9.1 na costa de uma província da Indonésia chamada Aceh que deu o início no tsunami no Oceano índico que vitimou 13 países. Dentre os países que mais foram atingidos pelo tsunami estão Indonésia, Sri Lanka, Tailândia e índia. Cidades costeiras desses países foram completamente devastadas pelas ondas gigantes que se formaram. Essa catástrofe resultou em 230 mil pessoas mortas.

Terremoto no Paquistão em 2005

A região de Caxemira (que fica no norte do país) foi atingida por um terremoto de magnitude 7.6 no dia 08 de outubro de 2005. Mais de 3,5 milhões de pessoas foram afetadas de alguma maneira pelo terremoto que causou sérios danos a infraestrutura da região inclusive destruiu escolas e estradas. Também sofreu vários danos a Província do Noroeste. No total foram 74 mil mortos.

Ciclone em Mianmar em 2008

O dia 2 de maio foi bastante complicado em Mianmar já que com ventos de mais de 195 km/h o ciclone Nargis chegou a costa do país. Houve uma forte tempestade com ondas de 3,5 metros que inundou várias cidades e culminou na destruição de prédios e casas. Além disso, ainda houve muitos danos na agricultura do país (uma das principais fontes de renda), aproximadamente 58% da produção de arroz se perdeu devido ao ciclone. Ao todo foram 138 mil mortos.

Terremoto na China em 2008

No dia 18 de maio de 2008 a cidade chinesa de Sichuan (que fica no sudoeste do país) sofreu um terremoto de 8 graus de magnitude. Esse foi o maior tremor registrado na China em várias décadas. De acordo com o que divulgou o governo chinês cerca de 5,3 mil crianças morreram soterradas devido ao desabamento de escolas que haviam sido mal projetadas. No total esse desastre matou 90 mil pessoas.

Terremoto no Haiti em 2010

A capital do Haiti, Porto Príncipe, foi atingida por um terremoto de magnitude 7 no dia 12 de janeiro de 2010. Houve muitos danos a prédios inclusive ao Palácio Presidencial, a catedral e o Congresso. A maior prisão do país bem como os seus hospitais também foram atingidos e no final mais de 3 milhões de pessoas foram vitimadas de alguma forma. Foram cerca de 300 mil feridos e outros 300 mil mortos.

O Que Dizem as Estatísticas

Dentre os cinco maiores desastres naturais que citamos acima estão quaro ocorridos em países menos desenvolvidos. Esses desastres foram os que mais mataram pessoas no século 21, o pior entre eles foi o terremoto do Haiti ocorrido em 2010 quando cerca de 300 mil pessoas morreram e outras 300 mil ficaram feridas.

O terremoto foi o bastante para destruir os principais prédios da cidade de Porto Príncipe. O Haiti tem o 25° menor Produto Interno Bruto (PIB) per capita do planeta. No ano de 2004 uma das regiões mais pobres da Ásia foi atingida por um tsunami responsável por acabar com muitas cidades que eram banhadas pelo Oceano Índico e causar a morte de 230 mil pessoas. Os países mais atingidos foram Indonésia, Sri Lanka e Tailândia cujas economias tem bem poucos recursos.

Para se ter uma ideia podemos fazer uma comparação com as duas maiores catástrofes naturais ocorridas em países desenvolvidos no século 21 que tiveram bem menos óbitos. Em 2011 o tsunami do Japão vitimou 15 mil pessoas e o furacão Katrina em 2005 causou a morte de 1,8 mil pessoas nos Estados Unidos.

Democracias – Melhores Estatísticas

Nessa análise de como as tragédias naturais impactaram países com diferentes poderios econômicos podemos também traçar um paralelo político. Utilizando os dados estatísticos das tragédias como base é possível perceber que países que tem regime democrático têm uma tendência maior a serem menos impactados pelas catástrofes.

Haiti e Chile

Um caso que os especialistas citam é o do terremoto do Haiti de 2010 de magnitude 7 que causou 300 mil mortes em comparação com o terremoto de magnitude 8.8 ocorrido no Chile no mesmo ano e terminou com um saldo de 800 mortos. Mesmo o tremor no país sul-americano ter sido bem maior teve bem menos vítimas.

A diferença entre os dois países está na rapidez com que o governo do Chile alertou a população e correu para socorrer as vítimas. O Chile possui um governo democrático e o Haiti vivia um momento de transição política em 2010 depois de um período bem longo de ditaduras violentas. Para ajudar a manter a ordem foi necessário contar com tropas da Organização das Nações Unidas (ONU).

Irã e Paquistão

Outro exemplo passível de comparação é Irã e Paquistão que são países de regimes fechados que enfrentaram e ainda enfrentam muitos danos causados pelas catástrofes naturais. Uma explicação para essa demora em fazer a reconstrução desses países é que num regime ditatorial não é tão relevante ter apoio da população, porém, num regime democrático o governante precisa atender as necessidades do povo para que possa ser renovado no poder.

Plano de Precaução

Infelizmente não se podem evitar os desastres naturais, porém, é possível ter um plano de prevenção para evitar tantas mortes quando o inevitável acontece. O primeiro passo importante é ter um bom ordenamento territorial. Precisa existir um bom planejamento de ocupação do solo. Uma curiosidade é que a cada um dólar investido na prevenção do desastre o país economiza quatro dólares que gastaria para atender as vítimas.

Países com mais recursos e com uma melhor infraestrutura respondem melhor num momento de tragédia de forma que conseguem socorrer mais pessoas e inclusive evitam que muitas se machuquem com uma boa infraestrutura.

Os Desastres

Atualmente vem acontecendo muitos fenômenos naturais que causam grandes desastres na sociedade e muitas pessoas acabam sendo prejudicadas por esses fenômenos, pois perdem suas casas, famílias e acabam perdendo sua base. Quando graves desastres naturais acontecem é uma grande tragédia e então as pessoas de outra região, o governo se unem para tentar ajudar as pessoas que sofreram conseqüências dos desastres.

Desastres Naturais Recentes

Desastres Naturais Recentes

Na internet podemos encontrar diversas informações a respeito dos últimos desastres que deixaram graves conseqüências. Para quem gosta de se informar e estar por dentro de todas as informações sobre desastres naturais recentes é interessante pesquisar na internet, ler revistas, pois esses meios de comunicação trazem muitas informações interessantes e que são muito úteis.

Os desastres Naturais podem causar muitos prejuízos, além de diversas mortes, o que deixa a população com medo. Mas quando esses desastres acontecem, as sociedades se tornam solidárias e se dispõem a ajudar o próximo necessitado.

2 comentários

  1. coitada dessa gente;coisa oriveu ne?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>