Desastres Naturais na Nova Zelândia

Nova Zelândia

É um país do continente oceânico que se encontra na região sudoeste do oceano pacifico, seu povo nativo, os maori denominam essa terra como Aotearoa, que significa “A Terra da Grande Nuvem Branca”, é um país relativamente pequeno que conta com duas ilhas maiores e algumas menores que a circundam. Essa disposição em ilhas caracteriza a Nova Zelândia como isolada geograficamente, pelos os oceanos que a banham de todos os lados.

Essa separação continental faz com que a Nova Zelândia tenha muitas espécies de fauna e flora muito curiosos e que só são encontradas por lá. Muito pássaros inusitados e mamíferos entraram em extinção quando houve a exploração inglesa da região. Hoje em dia a maioria da população é de origem Inglesa, por isso a língua oficial do país ficou sendo a inglesa, mesmo existindo nativos ainda, que falam a língua Maori.

Mesmo tendo muitos resquícios de colonização a Nova Zelândia, ela ainda é um dos países mais desenvolvidos e industrializados do mundo. Sendo excelência em diversos índices mundiais sobre qualidade e esperança de vida, sobre política no sentido de liberdade e democracia, também sobre qualidade na educação e no desenvolvimento humano. Sendo consideravelmente ótima para se habitar em todos os quesitos.

Coleciona porém uma dezena de atentados naturais, sendo de todos os tipos de desastres e que ocorrem até os dias atuais. Além da localização no Cinturão de fogo do Pacífico, há outro encontro que favorece esses acontecimentos que é as latitudes da Ilha do Norte com a do Sul gerando ciclones. E ainda com as placas tectônicas se batendo, podendo ter terremotos, maremotos, Erupções vulcânicas, tornados, Avalanches, Deslizamentos de terra, entre outros.

Porém algo muito interessante da Nova Zelândia é que mesmo com tantos acontecimentos, a tecnologia de lá é muito avançada e consegue prever com tempo suficiente para se prevenir de algum desses desastres. O monitoramento lá é bem intenso já que precisa de planos de ações bem bolados para evacuação da população quando algo está por vir. Claro que é valido sempre lembrar que a tecnologia não consegue detectar tudo então as vezes as pessoas são pegas de surpresa e nisso ocorre os grandes desastres com muitas mortes. Mas diferente dos Estados Unidos com grandes números de pessoas quando ocorreu furacões tipo o Katrina, na Nova Zelândia a população é muito dispersa pelas ilhas, resultando menos danos.

Terremotos

Ocorrem com muita frequência nas duas ilhas, porém a maioria é de baixa magnitude, não passando de 4 pontos na escala Ricther. As vezes ocorre os de maiores índices como um que ocorreu em 1931 de 7.8 na escala. Por serem de difícil previsão os terremotos são os desastres que mais prejudicam a população da Nova Zelândia.

Com aparelhos especiais é possível ver o quanto os terremotos modificam a paisagem por conta das placas tectônicas. De tempos em tempos ocorre um de grande magnitude que mata mais de centenas de pessoas.

Deslizamentos de Terra

Juntamente com  as avalanches ocorrem diretamente por conta de alguns tremores no caso no deslizamento de terra, e as avalanches ocorrem pelos acúmulos de neve nos Alpes que também sofrem com os terremotos, outra maneira é com o excesso de chuva. O pequeno território da Nova Zelândia contém muitas montanhas que fazem com que isso ocorra e atrapalhe os campos com ovelhas e estradas.

No período do inverno, as investigações para não ocorrer avalanches são bem altas, principalmente para que as pessoas possam aproveitar o esqui, por isso eles demarcam o território nas trilhas que são as mais seguras.

Erupções Vulcânicas

Existem nove vulcões no território da Nova Zelândia, alguns são dentro do mar, alguns deles ainda podem trazer algumas manifestações perigosas para a população. Uma grande erupção há milhões de anos atrás foi a formadora da ilha norte. Outro mais recente foi o MT.Tarawera, fora outros que são monitorados continuamente por ainda apresentarem atividade entre eles são Ruapehu, Taranaki, White Island e Nagauruhoe. Todos eles são no norte, no sul não há vestígios de vulcões porém tem algumas fontes termais que atraem bastante turistas.

Ciclone

São bastante comuns na região, com ventos que chegam até 140 km por hora, grandes tempestades que chegam no mar e levantam ondas de nove metros, gerando inundações e levando florestas e por fim deixando centenas entulhos espelhos espalhados. Esses ciclones trazem muitas mortes de animais, desencadeando outros desastres como desmoronamentos e tsunamis.

Existem diversos outros, mas esses são os mais comuns. Um dos maiores  foi a avalanche de lama com o vulcão em erupção e pedras que caíram que ocorreu em 1953  matando mais de 100 pessoas. Como houve deslizamento muitas pessoas foram soterradas e nunca mais encontradas. Porém deve-se lembrar que esses desastres não ocorrem com tanta frequência assim e que existem muitas coisas boas no país.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Desastres Naturais

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *