Tudo Sobre Reciclagem: Dicas, Perguntas e Respostas

Um dos grandes problemas vividos pela humanidade está no excesso de lixo. Grande parte do mundo sofre com a problemática que somente aumenta ao passo que o crescimento populacional do mundo se encontra em constante expansão. Na íntegra! Saiba tudo sobre reciclagem e colabore para o desenvolvimento sustentável do planeta Terra.

Recicle Você Também

Recicle Você Também

01: Significado de Reciclagem

Termo empregado para designar o reaproveitamento dos materiais para que sejam feitas matérias-primas no intuito de produzir novas produções sem a necessidade de continuar explorando a natureza para continuar produzindo. Existem diversos materiais que podem ser reciclados, entre eles:

  • Papel
  • Vidro
  • Metal
  • Plástico

Todos estes considerados como tipos que demoram longos anos para encontrar a decomposição na natureza. Em termos gerais as principais vantagens estão nas minimizações da utilização das fontes naturais, que algumas vezes possuem caráter de não renovável. O conceito em si está relacionado com o objetivo de transformam os materiais para os estados originais, primando à reutilização.

A palavra em si ganhou relevante destaque na mídia no início dos anos oitenta do século passado, momento no qual surgiram pesquisas com relevância mundial relacionadas com o esgotamento repentino das fontes de petróleo e outras matérias primas de caráter não renovável. Algumas vezes os materiais

02: Produtos Reciclados Têm Qualidade?

Podem existir grandes ou pequenas variações relacionadas com a qualidade dos produtos reciclados. Por exemplo, os papéis reciclagens possuem aparência e aspectos diferentes dos feitos a partir do processo industrial da celulose, responsável pela queda de milhares de árvores dentro deste imenso país verde e amarelo. Brasil está no topo da lista entre os maiores exportadores de celulose do mundo.

O papel possui aspectos diferentes em consequência da impossibilidade do produto voltar ao seu formato original, visto que o processo de reciclagem do gênero consiste em transformar os resíduos em massas que padronizam produção de acordo com a cor formada no processo de reciclagem. Mesmo assim este tipo é utilizado por diversas empresas que possuem regras corporativas sustentáveis, sendo que as instituições bancárias são destaques.

Outro exemplo que merece ser destacado está no vidro, que mesmo depois de derretido não voltar às características originais no que tange as cores ou durabilidade. Isso ocorre porque na primeira vez em que foram feitos os vidros passam por formulação composta por areia.

Por outro lado, latas de alumínio são consideradas semelhantes das originais. Isso acontece por que o resíduo pode ser derretido ao estado antes beneficiados na primeira composição do material, podendo assim virar nova unidade com as mesmas características. 

03: Relação Entre Reciclagem e Coleta Seletiva

Não se esqueça de colocar sistema de lixeiras separadas para cada tipo de resíduo na sua casa. Medida importante para que a facilitar as vidas dos profissionais que trabalham com a reciclagem. Alguns materiais ficam inviáveis para serem reciclados em consequência da mistura existente de outros elementos no mesmo saco de lixo. Sindicados de condomínios que não possuem este sistema devem implantar o quanto antes. Se cada residência colaborar com as simples regras de colocar os resíduos nas cores certas o mundo vai melhorar em níveis significativos dentro deste âmbito de discussão.

04: Significado das Cores da Coleta Seletiva

Interessante notar que cada região do mundo possui o seu próprio sistema de padrão para as lixeiras relacionadas com a coleta seletiva. Conheça agora como funcionam as regras do gênero dentro do Brasil:

  1. Cinza: resíduo não reciclável, misturado ou contaminado;
  2. Marrom: resíduos orgânicos;
  3. Roxo: resíduos radioativos;
  4. Branco: resíduos ambulatoriais e de serviços de saúde;
  5. Laranja: resíduos perigosos;
  6. Preto: madeira;
  7. Amarelo: metal;
  8. Verde: vidro;
  9. Vermelho: plástico;
  10. Azul: papel/papelão. 

05: Relação Entre Falta de Reciclagem e Efeito Estufa

Problema de falta da reciclagem pode culminar no aumento do efeito estufa. O aumento do clima tem relação direta com o efeito estufa proporcionada pelos gases nocivos que são lançados na atmosfera nos grandes centros por causa dos automotivos ou fábricas que trabalham a todo o vapor. Este efeito junto com a carência de traços sustentáveis nos ambientes, como árvores e parques públicos, e falta de reciclagem, culmina ano crescimento e desequilíbrio da temperatura e sensação térmica em quase todos os países do mundo.

Se adaptar significa dar respostas às mudanças climáticas no intuito de se prevenir contra os danos possíveis proporcionados pelos desregulamento do clima. Não se pode negar o valor da reciclagem neste processo de adaptação climática. Os cientistas recebem bilhões de dólares por ano para estudar fórmulas sobre como se adaptar as mudanças do clima. Porém, o segredo para acontecer melhor adaptação pode estar em maior investimento em reciclagem. O crescimento da urbanização sem o aumento proporcional de centros de reciclagem possui relação direta com o aumento desproporcional de temperatura.

Causada Pela Falta de Reciclagem

Causada Pela Falta de Reciclagem

06: Quais Principais Vantagens da Reciclagem?

Existem resultados expressivos no aspecto positivo no campo ambiental, social e econômico. A reciclagem ajuda para que não aconteça acumulação de resíduos nas atmosferas que prejudicam o ciclo ecológico do planeta Terra.

A economia de não ter que retirar novas matérias primas traz benefícios para todos os envolvidos no processo de produção, inclusive a natureza. Por exemplo, a renovação na produção dos papeis resulta em menor necessidade de cortar árvores desenvolvidas, colaborando assim para que as emissões dos gases ultrapassem o limite atmosférico.

Não se pode ignorar o fato de que até mesmo o solo ganha benefícios em consequência da diminuição das agressões proporcionadas em todas as vezes que são retiras árvores das florestas. Ainda dentro da esfera da economia se pode considerar que a reciclagem colabora par a educação ambiental, visto que as suas regras gerais ensinam o valor da sustentabilidade às novas gerações. 

Socialmente a reciclagem promove melhoras significativas na qualidade de vida, notáveis em curto prazo na purificação atmosférica. Não se pode ignorar o fato de que as políticas de renovação promovem aumento dos postos de trabalho sustentáveis, colaborando de maneira qualificada com o rendimento das populações que vivem na camada da sociedade.

Nos centros metropolitanos brasileiros é possível observar as movimentações de diversos catadores de materiais recicláveis. Pessoas que mudaram a perspectiva social e ao mesmo tempo colaboram com o bem estar dos cidadãos, independente da classe social.

Posts Relacionados

Os objetivos da reciclagem são reduzir a quantidade de lixo e reaproveitá-lo para que a natureza não precise ser afetada para a fabricação de novos materiais, como papel, vidro, plástico, etc. Muitas pessoas não sabem, mas existe também a reciclagem de cimento e concreto, que reaproveita resíduos de obras. A reciclagem do lixo hospitalar é outro fator que merece atenção para que problemas com infecção sejam evitados.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Lixo

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • vai se fode

    não adianto em nada 26 de junho de 2013 16:40
  • Axo a reciclagem um meio muito bom e vc quem falou isso deve ser um lixeiro pra falar tanta asneira

    Naila 28 de agosto de 2013 17:03
  • Infelizmente existem pessoas mesquinhas que antes de tudo deveriam ter educação e cultura. Ignorando esse comportamento, cada cidadão faz a sua parte para que no futuro tenhamos um planeta habitável.

    Nelma Cardoso dos Santos Lima 31 de Janeiro de 2014 19:09
  • Legal Fera Que Biscoito

    Anonimo 29 de setembro de 2014 17:00

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *