Poluição do Solo por Chorume

O Que é o Chorume?

A substância líquida que surge a partir do processo de degradação e solubilização dos resíduos sólidos que vem de lixões e aterros sanitários recebe o nome de chorume. Trata-se de uma substância de aspecto viscoso e com um cheiro bem forte que é um grande causador de poluição.

Um composto feito de substâncias variadas que incluem matéria orgânica, artigos tóxicos, metais pesados e até mesmo excrementos de animais e de seres humanos. O chorume ainda é um fator que atrai vetores de doenças, representa um problema bem sério.

O líquido que é viscoso e tem cor escura é o resultado de um processo de putrefação (apodrecimento de matérias orgânicas). Dessa forma podemos dizer que o chorume consiste no apodrecimento de lixo orgânico como os restos de comida, mas como veremos a seguir se torna mais perigoso quando passa a contar com substâncias tóxicas de artigos que não deveriam ser descartados em aterros.

Poluição do Solo

Somente com as características que citamos acima, o chorume, é um fator de grande preocupação em relação a poluição da água e do solo. Além da poluição essa substância pode causar doenças, é complexo prever todos os problemas que o chorume pode causar. Todos os seres que fazem parte da cadeia alimentar podem acabar sendo comprometidos quando em contato com o chorume.

Como essa substância ainda libera gás carbônico e metano acaba causando também a poluição do ar. Dessa forma é essencial que haja o correto manejo dos resíduos sólidos de lixo tanto aqueles que são essencialmente domésticos como aqueles que são provenientes de outros hábitos da casa.

O Que Cada Um Pode Fazer

Evitar a poluição do solo por chorume do solo é algo que pode ser feito por todos com pequenas atitudes em seu dia a dia. Dentre essas atitudes estão separar o lixo reciclável do lixo orgânico, destinar corretamente pilhas e baterias além de óleo de cozinha e outros resíduos que não podem ser colocados junto com o lixo doméstico.

Obviamente somente isso não acabaria com o chorume, mas imagine se toda a população fizesse o que é certo em relação ao lixo e a sua destinação. O chorume seria infinitamente menor. Grande parte do perigo que essa substância representa para o solo e para os seres vivos está nas substâncias tóxicas que fazem parte dela.

O lixo orgânico pode ser utilizado como adubo de plantas a partir de compostagem, mas para isso precisa estar separado de substâncias tóxicas e itens que não devem ser jogados juntos nos aterros.

Os Aterros Sanitários

Atualmente os aterros sanitários são construídos em locais que ficam longe de fontes de água, ainda que subterrâneas. Além disso, esses aterros são desenvolvidos com mantas que tem como responsabilidade captar o chorume que assim que é coletado é transportado para estações que fazem tratamento de esgoto. Aliás, existe uma discussão sobre a possibilidade de usar o chorume para produzir gás natural.

Usando uma bomba pneumática é possível recolher o chorume dos aterros sanitários e pegar os seus gases para produzir energia nas usinas termoelétricas. Isso ajudaria a reduzir a emissão de poluentes além de contribuir para a produção de uma energia que é mais barata e mais limpa.

O Tratamento do Chorume

Em geral o chorume causa mais problemas para os lixões já que grande parte dos aterros sanitários já contam com manta de impermeabilização que impede que essa substância se infiltre no solo. O chorume é captado para tratamento como dissemos acima, agora vamos explicar como é feito esse tratamento.

Após ser captado o chorume passa por três etapas. A primeira delas é assar o líquido num processo químico-físico pelo qual o seu pH é elevado para que se possa retirar o nitrogênio. A segunda etapa consiste em passar o chorume por um sistema de lodo ativado de maneira a eliminar a sua condutividade. Por fim é realizado um processo de nanofiltração que consiste basicamente numa filtragem. O tratamento do chorume tem um preço elevado, custa em média entre R$ 20,00 e R$ 22,00 por metro cúbico.

Os Males do Chorume

Lixo orgânico como restos de frutas, carne, legumes, cascas de ovos, restos de óleo entre outro além de gerarem mau cheiro também são responsáveis pelo aparecimento de fungos e bactérias. Há ainda a atração de insetos que podem causar doenças e ainda existe a possibilidade de que haja a contaminação da água e do solo.

Quando o chorume contamina o solo acaba com a oxigenação da água e acarreta na morte de espécies já que possui uma elevada concentração de Demanda Biológica de Oxigênio (DBO). O mais indicado para evitar a contaminação do solo por chorume é que o lixo orgânico fosse separado do restante ao invés de ser jogado nos lixões.

Lixões a Céu Aberto

Um dos principais problemas que a humanidade tem com o lixo é o fato de que boa parte desses detritos e resíduos são descartados em lixões a céu aberto. Com isso o material orgânico passa pela ação dos decompositores em especial os restos de alimentos o que dá origem ao temido chorume.

Nos aterros sanitários esse líquido viscoso é captado de forma que não entra em contato com o solo, mas nos lixões a história é outra. Quando não existe cuidado o chorume acaba se infiltrando no solo de forma que pode chegar a atingir a água, até mesmo no subsolo, os lençóis freáticos. Existe a possibilidade de que as correntezas criadas pela chuva levem esse material para os mares e rios o que piora ainda mais a poluição causada pelo chorume.

Lixo Químico

Contudo, não é somente o chorume que é responsável pela poluição do solo. Lixo químico também pode atuar como um fator complicador. Em geral isso se dá quando os produtos químicos são jogados ao chão sem os devidos cuidados pelas indústrias. Muitas dessas substâncias químicas que são jogadas no solo são poluentes e acabam ficando acumuladas no solo.

Há ainda outro exemplo importante de poluidor do solo, os pesticidas que são utilizados nas lavouras e que podem acabar ficando acumulados no solo além de serem dissolvidos e absorvidos pelas raízes de plantas. O movimento natural é que das plantas essas substâncias acabem no homem que se alimenta dessas plantas.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Lixo

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *