Nova Deli, a Capital da Índia: do Paraíso Turístico à Poluição

Nova Deli ou Nova Delhi é a capital da Índia, país localizado na Ásia. É o segundo país mais populoso do mundo e sétimo maior em área e com certeza é um dos destinos mais cobiçados pelos turistas. Com aproximadamente 21,75 milhões (2011), Nova Deli poderia ser chamada de a capital dos monumentos históricos, das amplas vias de trânsito (os bulevares) e dos mais belos projetos paisagísticos.

Existem duas cidades em uma: a Velha Deli, mais antiga formada pelas vielas e pelos mercados; e a Nova Deli onde estão as instituições, as sedes do governo, os grandes monumentos. A cultura da cidade é diversa, a comida e os temperos são especiarias e o cinema, no caso Bollywood, é um espetáculo à parte. A parte nova da cidade foi especialmente projetada pelo arquiteto britânico Edwin Lutyens.

Sem dúvida é uma cidade curiosa. Se você assistiu “Quem quer ser um milionário?”, filme de 2008, ou qualquer documentário ou reportagem sobre a Índia, deve se lembrar dos contrastes entre riqueza e pobreza, novo e antigo, tradição e modernidade.

Não há como não pensar em Mahatma Gandhi ao falar da Índia ou de qualquer cidade do país. Gandhi, para quem não sabe, foi um grande líder indiano. Um ativista da não-violência ou da desobediência civil, atuando diretamente na luta da Índia para conquistar sua independência da Inglaterra (alcançada em 1947). Em Delhi está o Raj Ghat, um memorial dedicado a ele onde estão parte de suas cinzas.

A Índia é o país do Festival das Cores, o Holi, do Taj Mahal, do rio sujo e sagrado, o Rio Ganges. E em meio a todos esses atrativos, há algo preocupante: a poluição. Uma nuvem de gases poluentes permanece, por vezes, estacionada na cidade. Algumas pesquisas feitas e opiniões de médicos da cidade, chegaram a comparar sua poluição ao equivalente a fumar dezenas de cigarros por dia, com concentração de partículas superior aos índices aceitáveis pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Acredita-se que toda essa poluição vem da emissão de gases dos veículos automotores, queimadas nas áreas rurais, atividade industrial, entre outros. Atividades que estão presentes na maioria dos centros urbanos do planeta, mas que atingem níveis alarmantes em Nova Deli, assim como na China.

O governo de Delhi tem tomado medidas para reverter a situação como: criar rodízio para circulação de carros na cidade, aumento da frota de ônibus, renovação dos transportes públicos para modelos que usam combustíveis mais limpos, orientação dos agricultores sobre as queimadas e até um grande caminhão de água já foi adotado para dissipar a nuvem de gases. Algumas medidas extremas também já foram tomadas como fechar temporariamente as escolas, evitando a circulação das crianças pelas ruas.

A preocupação não é para menos, segundo a OMS/ONU, mais de 3 milhões de mortes ao ano no mundo estão ligadas à poluição do ar. Os números tendem a aumentar ainda mais quando pensamos na poluição das águas, nas condições precárias ou inexistentes de saneamento básico, entre outras formas de degradação do meio ambiente, por vezes relacionadas formas de produção econômica não sustentáveis ou altamente poluentes.

Muitos líderes globais assumiram o compromisso de mudar esse cenário assinando em conjunto Os objetivos do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. São 17 metas relacionadas a criar um ambiente saudável para as pessoas, os animais e o meio ambiente terrestre até 2030.

Veja abaixo quais são eles:

  • Objetivo 1. Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares
  • Objetivo 2. Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável 
  • Objetivo 3. Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades
  • Objetivo 4. Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos
  • Objetivo 5. Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas
  • Objetivo 6. Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos
  • Objetivo 7. Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos
  • Objetivo 8. Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos
  • Objetivo 9. Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação 
  • Objetivo 10. Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles
  • Objetivo 11. Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis
  • Objetivo 12. Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis
  • Objetivo 13. Tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima e seus impactos
  • Objetivo 14. Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável
  • Objetivo 15. Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade
  • Objetivo 16. Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis
  • Objetivo 17. Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável. 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Poluição

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *