Corticeira: Para Que Serve?

Corticeira é uma árvore que possui vários nomes e é da família das leguminosas. É mais encontrada no sul do Brasil e nas regiões próximas como Uruguai, Paraguai e Argentina. Pode ser chamada também de sananduva (nome original vindo do tupi), bico-de-papagaio, flor-de-coral e outros. Em lugares que possui condições boas para progredir pode chegar até dez metros de altura. Sua aparência conta com folhas compostas, flores vermelhas em formato de cálice e com os troncos tortuosos. Hoje é em dia é muito usada em paisagismo, pois sua flor é fica muito bonita em ambientes ornamentais.

Seus frutos parecem vagens, cheios de sementes, bem parecidos com o feijão. Algo muito interessante da árvore é que quando chega a época das flores, as folhas caem junto, isso ocorre em poucos casos, como o ipê e a cerejeira. Faz parte do mesmo gênero científico das árvores chamadas suinã ou mulungu.

Devido a quantidade de corticeiras na Argentina e no Uruguai presentes nas paisagens a flor da árvore se tornou a flor nacional dos países. Alguns cientistas denominam essa planta como floríferas decíduas.

Além disso, a árvore possui propriedades medicinais muito importante, ela apresenta os mesmos benefícios que as árvores do mesmo gênero como o mulungu. O interessante é que a maioria das partes da árvore são utilizadas, tanto as cascas da planta, as sementes, as flores e os frutos podem ter algum benefício.

O chá tem muitas propriedades associada, podendo ser indicada contra estresse, sendo uma boa para quem sofre diariamente com isso por ser tranquilizante. Também é indicado em problemas emocionais, pelo mesmo fato de ser tranquilizante, antidepressivo, ajudando em problemas como ataque de pânico, compulsão, distúrbio do sono entre outros.

Também indicado para problemas de insônia e ansiedade, o extrato da planta já teve comprovações que diminui a ansiedade por ter propriedades calmantes. Também ajuda no combate ao inchaço, por ter algumas propriedades diuréticas, por isso se o inchaço é provindo de líquido retido, o chá de corticeira irá ajudar a eliminar esse líquido em excesso. Porém é sempre válido que é muito importante se manter hidratado.

Ajuda em diversas dores e condições de saúde como hepatite, esclerose, pressão alta, insuficiência urinária, bronquite e outros diversos problemas. Algumas experiências com ratos dizem que a planta também consegue amenizar a sensibilidade do corpo em relação às dores. Outra pesquisa foi feita em relação ao epilepsia e comportamento deixou claro a influência que a planta tem sobre a inibição de convulsões.

Diminui a pressão arterial, melhora a proteção do fígado, tentando auxiliar na tonificação do órgãos em geral e na sua antioxidação. Sendo também muito bom para o controle do ritmo cardíaco. É bom para ajudar pessoas que desejam diminuir a utilização do cigarro ou pretendem parar. Sendo um ótimo uso para inibir receptores da nicotina.

Para fazer o chá é melhor ser usado a casca da árvore. É necessário cerca de quatro gramas apenas e uma xícara de água fervente para produzi-lo. Para fazê-lo é bem simples, é só colocar as cascas na água fervente durante três minutos e depois coar. É indicado que o chá seja tomado ainda morno, três vezes ao dia.

Apesar de ser um ótimo chá, com diversos benefícios, não pode ser consumido em excesso, no máximo três dias seguidos, quem insiste em tomar muito chá acaba tendo possíveis paralisias musculares.

Ainda existem contraindicações para pessoas que já tomam remédios anti-hipertensivos, pois os compostos não combinam e podem fazer mal. Também quem possui pressão baixa não é indicado pois ele já tende a diminuir a pressão.

Pedaços de Casca de Corticeira

Pedaços de Casca de Corticeira

A mistura de remédio com o chá com certeza é o maior perigo e por isso deve ser consultado um médico para isso. Na verdade a consulta do médico é imprescindível para ser uma utilização correta.

Sem muita recomendação também para mulheres grávidas ou que estão em período de amamentação. Para aqueles que podem usar o cuidado também deve existir, pois o chá pode trazer sonolência, sedação e paralisias musculares.

Vale lembrar que o chá auxilia, por isso deve ser acompanhado de medicações corretas.


Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Flora

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *