Quem São Os Bosquímanos: Homens do Bosque

O povo conhecido como bosquímanos é o povo mais antigo da África Austral e vivem sob constante ameaça de desaparecer uma vez que são vítimas do preconceito de brancos e negros da região. Basicamente os bosquímanos são homens do bosque que representam um tipo étnico único.

Atualmente, esse povo foi obrigado a viver em áreas muito reduzidas de forma que não conseguem mais seguir os seus costumes ancestrais. Uma das características diferenciais desse povo é o fato de viverem num estado semiselvagem sobrevivendo a partir do que caçam. Trata-se de um povo que possui uma longa história, porém, sem muitos registros históricos escritos.

A Descoberta dos Homens do Mato

O primeiro contato do resto do mundo com os bosquímanos se deu há mais de 350 anos no momento em que os colonos europeus chegaram as praias da África Austral. Ao se depararem com os homens de hábitos selvagens os europeus apenas os chamaram de homens do mato ou do bosque o que deu origem ao termo bosquímanos.

Bosquímanos

Bosquímanos

Pelo fato de considerarem que esse povo era indomável e representava uma ameaça aos animais domésticos, os europeus, logo começaram a matar um grande número de bosquímanos. Uma definição publicada num estudo de antropologia do século XIX feito por J.C. Prichard faz um resumo bastante simples da imagem que os europeus tiveram dos bosquímanos: “Nunca os seres humanos viveram em condições de tanta indigência e miséria”.

Os Bosquímanos e A Avaliação dos Antropólogos

Durante a época vitoriana pequenos grupos de bosquímanos foram utilizados em feiras de horrores sendo anunciados como “os anões da África”. Para os primeiros antropólogos que os avaliaram, os bosquímanos, eram como fósseis vivos, pois seriam o elo perdido na evolução da humanidade.

Nessas primeiras avaliações os bosquímanos não eram tidos como completamente humanos em especial devido a sua língua que é repleta de estalidos que se parecem mais com sons emitidos por animais do que propriamente com a fala humana. Atualmente, existem cerca de 85.000 bosquímanos vivendo sob a ameaça da extinção cultural. Fisicamente os bosquímanos se parecem com pigmeus em relação ao tamanho, a cor da sua pele é de um tom de castanho claro.

Onde Vivem Os Bosquímanos

De acordo com evidências arqueológicas que foram encontradas em Lunda, Congo e no Deserto do Namibe (área que é conhecida hoje como Angola) essas áreas são habitadas desde tempos pré-históricos. Porém, as sociedades mais desenvolvidas somente se estabeleceram milhares de anos depois do início da história registrada.

O primeiro povo a se estabelecer nessa área foram os bosquímanos que eram conhecidos como primorosos caçadores. Grande parte desse povo reside em pontos distantes do deserto do Kalahari, no Botswana, na África do Sul, na Namíbia, Zâmbia e Angola.

Como Vivem Os Bosquímanos

O interesse pelos bosquímanos se justifica quando pensamos no fato de que esse povo é o último elo da humanidade com os seus ancestrais que viviam da caça e coleta. Trata-se de uma ligação com os ancestrais que viviam há cerca de 10 mil anos. Nesse período o homem ainda não domesticava os animais e nem mesmo semeava cereais.

Esses ancestrais dependiam diretamente da natureza para poder sobreviver. Já faz um certo tempo que os bosquímanos deixaram de viver isoladamente somente de caça e coleta. Em relação a outras sociedades humanas os bosquímanos têm a vantagem de conseguir sobreviverem mesmo sem água de superfície.

Um dos segredos dos bosquímanos para sobreviver em locais em que outros povos não conseguiriam está no fato de saberem como encontrar água em melancias e tubérculos bem como em enterrar ovos de avestruz durante a estação de chuvas para poder aproveitá-los no dias de seca.

A ‘Colonização’ dos Bosquímanos

Após cerca de 150 anos da chegada dos holandeses ao Cabo da Boa Esperança, inúmeros bosquímanos foram mortos e outros tantos foram obrigados a trabalhar para os seus colonizadores em regime de escravidão. Esperando conseguir civilizar os bosquímanos o governo britânico prometeu acabar com a guerra. O objetivo é que os bosquímanos passassem a ter um estilo de vida mais agrícola, porém, não tiveram resultados.

Os últimos bosquímanos do Cabo da Boa Esperança foram perseguidos até chegarem a extinção por volta de 1870. Os demais grupos desse povo conseguiram a duras penas sobreviver as investidas dos europeus. Não existe confirmação, mas acredita-se que a última licença de captura de bosquímanos foi emitida pelo governo sul-africano na Namíbia em 1936.

http://www.youtube.com/watch?v=_wmZjgRiiY0

Reserva de Caça do Kalahari Central

A Reserva de Caça do Kalahari Central foi criada com o objetivo de proteger o território de 5.000 bosquímanos de Gwi, Gana e Tsila. Essa reserva além de garantir o território dos bosquímanos também protege a sua caça. Porém, na década de 80 foram descobertos diamantes nessa reserva. Devido a isso os bosquímanos foram notificados que teriam de sair.

Curiosidades

Curiosidades

Desde então ocorreram três grandes despejos, o de 1997, 2002 e 2005. Para expulsar o povo da região as suas casas foram destruídas bem como o seu posso de água, a escola e o posto de saúde fechados. Para remediar a situação os bosquímanos foram enviados para campos de reassentamento fora dessa reserva.

Por isso os seus hábitos de caça foram se perdendo, quando os bosquímanos se rebelam e caçam acabam sendo espancados. Dentre os problemas modernos que passaram a assolar o povo bosquímano estão a depressão, o alcoolismo e doenças como o HIV/AIDS e a tuberculose.

Direto de Voltar As Suas Terras

Como não podem voltar a viver em suas terras e manter os seus hábitos de vida originais esse povo tem desaparecido. No ano de 2006 os bosquímanos ganharam na justiça o direito de voltar as suas terras, porém, o governo tem feito tudo o que pode para evitar esse retorno.

Dentre as jogadas do governo para evitar o retorno do povo está a impossibilidade de acessar o poço de água que era utilizado antes do despejo. Sem acesso a esse poço o povo bosquímano dificilmente consegue encontrar água para sobreviver.

No ano de 2010 houve uma nova audiência sobre o assunto e o juiz indeferiu o pedido dos bosquímanos. Em paralelo a proibição de uso do poço pelos bosquímanos o governo perfurou outros poços para os animais selvagens e permitiu que uma empresa construa um alojamento turístico nessa reserva.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Natureza

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *