Gafanhoto Negro

Considerado como uma das piores pragas encontradas na agricultura brasileira o gafanhoto negro causa danos terríveis a uma plantação e ela é o local preferido dele. Como em quilos o seu peso diariamente e somente anda em bandos alimentando-se de grama, pastagens e algumas espécies comem até mesmo roupas e móveis. Para que haja um controle sobre eles é preciso gastar muito dinheiro em inseticidas chegando esse valor a mais ou menos um milhão de dólares.

São encontrados na Ásia e África e se locomovem com muita rapidez chegando a atingir muitos quilômetros. Os ovos são colocados em locais quentes e bem arenosos e o número de ovos pode chegar a cem e são colocados em um buraco que é tampado por uma espuma que é produzida pelo abdômen da fêmea sendo essa espuma que endurece os ovos para que eles não fiquem secos. Os filhotes chegam ao mundo em dez dias e quando saem do ovo são chamados de ninfas, não possuem asas, mas já possuem uma mandíbula bastante forte e com isso começam a comer as plantas logo que saem do ovo.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Natureza

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Olá,
    Eu estava à procura de informações sobre estes gafanhotos, pois, de repente, vieram a aparecer em meu jardim.
    Como eu não tinha conhecimento da espécie, pesquisei e encontrei este site. Agora sei que são naturais da Ásia e África,mas, não sei se passaram a ser comuns aqui, no Brasil.
    Percebi que são inteligentes, observadores e organizados. Quando os fotografava, apressaram sua caminhada, enfileirados, e até mesmo procuravam se esconder , enquanto um deles vigiava.

    Abraço,
    Carmen

    Carmen Lu Miranda 23 de Janeiro de 2012 15:59
  • Moro num condomínio residencial em Pelotas-RS que tem vários desses gafanhotos e como a Carmen Lu Miranda comentou eles são bem organizados, andam enfileirados com uma espécie de líder e quando crescem começam a voar e se dispersar!

    Joao Mesquita 13 de Janeiro de 2016 23:57

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *