Desenvolvimento do Solo: Características Gerais

O clima do planeta Terra afeta de maneira direta no comportamento dos animais e do solo, determinando assim a capacidade da terra reter água e fazer com que os minerais auxiliem no crescimento qualitativo do conjunto vegetativo. Com a variação de nutrientes o entendimento das distribuições das espécies acontece em maior variedade. Não se pode ignorar o fato de que o constante tráfego de automotivos pode prejudicar o solo em níveis consideráveis.

Conheça Mais Sobre o Solo

Conheça Mais Sobre o Solo

Significado de Solo

Assim como todos os elementos básicos do globo terrestre, o solo ou a terra possuem importância vital no desenvolvimento da vida dos seres vivos. Dele é retirada grande parte das alimentações que são tidas como indispensáveis ao organismo dos homens, animais e vegetais. Por este motivo, o entendimento do seu desenvolvimento se faz necessário entre todos os cidadãos do mundo. Sem contar que são nos solos que são construídas casas indústrias.

O solo consiste em uma camada material capaz de ser alterada de maneira química ou biológica. Está sobreposto à rocha e outros tipos de materiais que não conseguem ser modificado pela superfície do globo terrestre. Possui minerais que são derivados de rochas parentais, modificados dentro da zona de modificação.

O material orgânico do solo é fornecido em grosso modo pelo ar, plantas e água situada dentro dos poros, microrganismo, raízes vivas de plantas e os vermes e artrópodes que fixam residência no solo. Existem cinco fatores que determinam as características do desenvolvimento do solo:

01: Clima

02: Material parental (rocha subjacente)

03: Vegetação

04: Topografia local

05: Idade

Imagem de Amostra do You Tube

Formação do Solo

Se pode afirmar de maneira segura que a menor parte da composição do planeta Azul está composta por terra. A formação do solo acontece por causa dos efeitos provocados nas rochas, que possuem materiais duros, conhecidos em âmbito popular como pedras ou pedregulhos. Os elementos são considerados provocadores, caso da temperatura, vento, gelo e chuva que junto com outros organismos vivos, caso dos fungos, diminui o tamanho até que o material fique macio.

Os seres vivos são importantes no processo de formação e desenvolvimento do solo porque eles misturam matéria orgânica o material solto que se transformou em rocha. O efeito faz com que os materiais forneçam alimentação para as plantas compostas em granes áreas vegetativa do planeta Terra.

Vale ressaltar que quando os seres vivos morrem também acontece a mistura junto ao material macio e solto composto na formação do solo. Necessário ter em mente de que é necessária matéria orgânica misturado com os materiais macios para que o solo exista de maneira legítima.

Imagem de Amostra do You Tube

Águas Subterrâneas

Em termos gerais, o desenvolvimento do solo acontece em estado dinâmico. O comportamento se modifica conforme acontece o desenvolvimento de distintos e complexos materiais compostos nos rochosos expostos. Inclusive após atingirem formatos estáveis podem permanecer com constantes estados de fluxos, aumentando assim o nível de nutrientes.

As águas subterrâneas possuem o papel de remover alguns materiais ou outros formatos de materiais que entram no solo em decorrência das ações da vegetação. As precipitações, caso das rochas inferiores ou poeiras provindas do ar. Interessante notar que em grande parte das regiões tropicais possuem fontes de nutrientes vindas das entradas atmosféricas e rochas subjacentes.

Pouca Chuva e Desenvolvimento do Solo

Em regiões com pouca incidência de chuva as rochas matrizes entram em fase de decomposição de forma lenta. Nas produções vegetais estão acrescentados alguns detritos orgânicos na terra. Neste fôlego se pode considerar que os locais áridos possuem solos rasos repletos de leito rochoso na superfície.

Especialistas indicam que os solos podem ficam deformados nos leitos rochosos. Os detritos entram em erosão de forma rápida. Nos depósitos aluviais, o desenvolvimento não acontece longe dos locais nos quais estão situados os depósitos aluvias.

Não se pode ignorar o fato de que a formação do solo acontece nos trópicos úmidos de forma rápida e com qualidade, fazendo com que as modificações químicas dos materiais adentrem em profundidades superiores de cem metros. Grande parte dos solos temperados possui profundidades consideradas intermediárias, que se estendem em média de um metro, aproximadamente.

Quais São os Componentes do Solo?

A terra, ou solo, está composto por três partes distintas:

01: Ar - Os gases e a luz solar são dois fenômenos absorvidos pelo solo. Capazes de inclusive de gerar o efeito estufa em consequência da poluição que impede com que este ar saia da terra, voltando assim solo em temperaturas altas. Alguma porcentagem da energia solar é refletida ao universo quando chega ao planeta, atingindo assim a cobertura da atmosfera. Parte tem absorção pelos oceanos e superfícies do globo terrestre, fazendo com que aconteça ao aquecimento.

Parcela do claro volta ao espaço, sendo que alguma parcela fica bloqueada por causa dos gases que geram o efeito estufa, gerando assim aumento na sensação de calor. Não se pode ignorar o fato de que a Terra somente se torna habitável em consequência dos gases na atmosfera. Se não existissem, a temperatura do planeta seria baixa, em números inferiores aos dezoito graus célsius.

02: Água - A quantidade que cai da chuva é retida no solo para que aconteça o fornecimento adequado aos vegetais. Com o aumento da urbanização este efeito possui menos eficácia, favorecendo na ocorrência de constantes cheias. Vale ressaltar ainda o problema de desertificação provocado por espécies vegetais que consomem alto nível de água, destruindo as outras culturas ao redor. Fato decorrente com frequência nas árvores que produzem a celulose, matéria prima do papel sulfite. O carvalho está no topo desta lista.

03: Matérias Orgânicas – Consideradas os restos de plantas, animais ou minerais que são frutos das alterações proporcionadas pela atividade das rochas, areia da praia ou barro. Na parte interior do solo existem pequenos orifícios conhecidos como “poros”, nos quais fica guardado certo nível de água e ar que são consumidores pelas raízes das plantas ou por outros tipos de organismo.

Fluxo de Visitantes e Desenvolvimento do Solo

Ambientalistas criticam com afinco o desenvolvimento do ecoturismo. Acontece que o solo fica abalado em níveis consideráveis por causa dos transportes automotivos das visitantes, culminando com aumento da degradação, além de prejudicar o comportamento natural das espécies.

Solo e Seus Impactos

Solo e Seus Impactos

Artigo escrito por Renato Duarte Plantier

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>