Troposfera: Características Gerais Das Porções Baixas Da Atmosfera Terrestre

A troposfera representa camada única em que os seres vivos podem respirar sem dificuldades. Especialistas apontam que grande parte das condições climáticas do planeta Terra acontece na troposfera, primeira camada da atmosfera que se estende em vinte quilômetros do solo situado no equador. O número aumenta para dez quilômetros entre os polos. Modificações de gases que saem e entram do planeta precisam passar pela troposfera antes de chegar ao destino final.

 

Troposfera: Características Gerais Das Porções Baixas Da Atmosfera Terrestre

Troposfera: Características Gerais Das Porções Baixas Da Atmosfera Terrestre

Troposfera: Tamanho e Inversão Climática

Porção mais baixa da atmosfera da Terra. Contém cerca de oitenta por cento da atmosfera da massa e 99% do vapor de água e aerossóis. A profundidade média da troposfera é de dezessete km (onze milhas) nas latitudes médias. É mais profundo dos trópicos, com vinte km (doze milhas) nas regiões polares, a sete km (4,3 milhas) no verão. Inverno traz variações diferentes. A parte mais baixa da troposfera, onde o atrito com a superfície da Terra influencia o fluxo de ar, é conhecida como limite planetário. A camada é tipicamente algumas centenas de metros e dois km de profundidade, dependendo do relevo e da hora do dia. A fronteira entre a troposfera e a estratosfera, chamada de tropopausa, traz inversão de temperatura.

Troposfera: Tamanho e Inversão Climática

Troposfera: Tamanho e Inversão Climática

Composição Da Troposfera

A troposfera traz composição química uniforme, com notável exceção do vapor de água. A fonte de vapor está na superfície através dos processos de evaporação e transpiração. Além disso, a temperatura da troposfera diminui com altura e pressão de vapor de saturação. A proporção da vaporização de água fica perto da superfície e diminui com a altura.

A pressão da atmosfera atinge o nível do mar e diminui com o aumento da altitude. Isto acontece porque a atmosfera possui equilíbrio hidrostático, de modo que a pressão é igual ao peso do ar acima de determinado ponto.

Temperatura Na Troposfera

A temperatura da troposfera diminui com o aumento da altitude, ação intitulada de taxa de lapso ambiental (ELR, sigla em inglês). A ELR não é nada mais do que a diferença de temperatura entre a superfície e a tropopausa dividida pela altura. A razão para esta diferença de temperatura está na absorção de energia do sol que ocorre no solo, nos níveis mais baixos da atmosfera, ao passo que a radiação de calor ocorre no topo da atmosfera, mesmo local do arrefecimento da terra, representando assim processo de manutenção ao balanço térmico global a terra.

Como parcelas de ar em ascensão da atmosfera caem, também sofrem variações de temperatura. A taxa de variação da temperatura na parcela pode ser menor ou maior do que a ELR. Quando parcela de ar sobe, expande-se, porque a pressão é baixa em altitudes elevadas. Como a parcela de ar se expande, faz o trabalho, embora não haja aumento de calor em troca de seu ambiente, porque a condutividade térmica está baixa. Desde que a parcela não funcione e ganhos de calor deixem de perder energia, a temperatura vai diminuir.

Taxas Da Atmosfera

Em seguida, se o ar possui vapor de água o arrefecimento do ar pode fazer com que aconteça a condensação, resultando em comportamento longe de ser considerado como gás ideal. Se o ar estiver na pressão de vapor saturado a taxa de diminuição da temperatura é chamada de taxa de lapso adiabática saturada.

A taxa de lapso ambiental (a taxa real em que a temperatura diminui com a altura) não é geralmente igual à taxa de lapso adiabático. Se o ar de cima está mais quente do que o previsto pela taxa de lapso adiabática a parcela de ar aumenta e se expande, chegando à altura nova em temperatura inferior do que os arredores. Neste caso, a parcela de ar é mais densa do que o seu entorno e se afunda de volta à sua altura original.

Tropopausa

Medição da alteração da temperatura com a altura através da troposfera e estratosfera identifica a localização da tropopausa. Na troposfera, a temperatura diminui com a altitude. Na estratosfera, no entanto, a temperatura permanece constante por certo tempo até aumentar a altitude. A região da atmosfera onde as mudanças de taxa de lapso positivo (na troposfera) para negativo (na estratosfera) fica definida como a tropopausa.

Escoamento Atmosférico

O fluxo da atmosfera em geral se move em direção do oeste para leste. Estes cenários são descritos em meteorologia como zonal ou meridional. Os termos, no entanto, tendem a ser usados em referência às áreas localizadas de atmosfera (em escala sinóptica). Explicação completa do fluxo da atmosfera em torno da Terra como um todo pode ser encontrada no modelo de três células. O padrão de fluxo geral vai do oeste para o leste ao longo das linhas de latitude da Terra, com ondas curtas e fracas incorporadas ao fluxo. Quando as fivelas ao fluxo zonal a atmosfera pode fluir em direção longitudinal (ou meridional). Padrões de fluxo meridional apresentam fortes calhas amplificadas e sulcos com maior fluxo norte-sul no padrão geral do fluxo de oeste para leste fluxo.

Circulação Atmosférica

O modelo de três células tenta descrever o fluxo real da atmosfera do globo terrestre como um todo. Ela divide a Terra em regiões tropicais, lida com o fluxo de energia e da circulação global. A energia que o planeta absorve do sol em cada ano é igual a que se perde para o espaço devido à força variável do sol em cada “célula” resultante da inclinação do eixo do globo em relação à própria órbita. Isso demonstra que surge padrão para espelhar ao oceano. Os trópicos não continuam a ficar mais quente, pois a atmosfera transporta ar quente e ar frio em direção aos polos do equador, cujo objetivo está na distribuição de umidade em torno do planeta.

Divergência e Convergência

Área de convergência é aquela em que a massa total de ar aumenta com o tempo, o que resulta em aumento na pressão em locais abaixo do nível de convergência. O oposto é a divergência – área em que a massa total de diminui ao tempo, resultando em queda de pressão nas regiões situadas de baixo da área divergente.

Artigo escrito por Renato Duarte Plantier

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Natureza

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Quais sao suas caracteristicas?

    Jolie 6 de Abril de 2014 19:00
  • é Suas caracteristicas !!! 😛

    kailane 23 de setembro de 2014 19:23
  • não tem as caracteristicas ?

    kailane 23 de setembro de 2014 19:24

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *