Redução nas Águas do Rio Negro

O que está a acontecer com o Rio negro pode ser alarmante para muitos, porém não se trata de nenhuma novidade para os estudiosos do assunto que há muito vem emitindo alertas para as possíveis conseqüências do descuido com a natureza e a falta de medidas adequadas para que se promova o combate a poluição e a preservação do meio ambiente. A redução nas águas do Rio Negro pode até estar sendo motivo de preocupação mas não é nada que já não fosse esperado pelos entendidos nas questões de poluição e preservação dos recursos naturais tais sejam as águas dos rios.

Controle

O Que Aconteceu

No Amazonas a vazante do Rio Negro chegou a menor marca já registrada no que se refere ao volume de águas em seu leito, medida essa que é um recorde se considerarmos o ano em que esse volume começou a ser medido e isso aconteceu em 1902, há mais de um século portanto. De acordo com a Agência Nacional de Águas (ANA) informou que no domingo, dia 25 de outubro esse nível das águas do Rio negro, chegou a 13,63 m. Até esse momento o menor volume que já havia sido constatado foi no ano de 1963 quando a medida chegou a 13,64 m.

Redução nas Águas do Rio Negro

Outros Rios

O Rio Solimões também registrou no mês de outubro sua vazante recorde sendo que no inicio do mês chegou a ficar com 88 centímetros abaixo de seu nível normal. Como podemos ver pelas noticias que nos chegam todos os dias a razão para que esses rios tenham atingido seus recordes em vazantes é a falta de chuva naquela região. Até agora em todo o estado do Amazonas teve 30 municípios com decretação de estado de emergência em razão das secas. A verdade é que a estiagem vem sendo motivo de muitos problemas e sofrimento para as pessoas que vivem naquela região e que dependem das águas desses rios para sua sobrevivência. Com as águas dos rios extremamente baixas são muitas as cidades que ficam sem acesso e com dificuldades de abastecimento de água e até mesmo de comida.

Poluição

Vazante Revertida

A situação é critica quando a águas estão baixas, porém seguindo o ciclo hidrográfico da região logo a vazante nos rios da Amazônia são revertidas e a situação logo começa a voltar ao normal trazendo alivio aos moradores daquela região que já estão acostumados com esses períodos de seca e vazante baixas. Em tudo isso o maior problema é que esta situação vem se agravando com a falta de cuidados dos homens para com a natureza e situações como a que aconteceu este ano devem servir de alerta para que os homens se decidam de uma vez por todas a se responsabilizarem por seus atos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>