As Relações Homem-Natureza

A relação Homem-Natureza é uma das mais contraditórias que existem, pois ao mesmo tempo que o homem necessita da natureza a destrói com os seus processos industriais. A mesma natureza que oferece matérias-primas para as indústrias criadas pelo homem é aquela que é agredida pelos processos industriais.

As Relações Homem-Natureza

As Relações Homem-Natureza

O homem entende que os processos industriais existem para gerar empregos, desenvolvimento, conhecimento e uma vida melhor para as pessoas. O grande problema está no fato de que o homem se afastou bruscamente do mundo natural. A partir do momento em que a natureza passa a desaparecer e se revoltar o homem tem um sério problema.

Podemos dizer que o mais curioso das relações Homem-Natureza está no fato de que todos os dias os homens contaminam a água que precisam para sobreviver, o ar que respiram, acabar com o solo do qual provém os seus alimentos enfim sabotar a sua própria sobrevivência.

Cada vez que o homem destrói a natureza está na verdade destruindo a si mesmo e aos seus descendentes. Sem a natureza o homem não pode sobreviver, pois é impossível viver num mundo em que não se pode respirar ou no qual não há água, por exemplo.

O Consumo e as Relações Homem-Natureza

Homem e Natureza

Homem e Natureza

Um dos principais problemas que afetam a relação Homem-Natureza é com certeza o elevado índice de consumo e industrialização que foi sendo alavancado com o passar dos anos. Conforme o tempo vai passando vão sendo esgotados inúmeros recursos que a Terra levou milhões de anos para compor.

Grande parte dos desastres naturais que estão destruindo cidades inteiras são causados pela ação do homem e não somente pela natureza. Em geral a natureza é definida como sendo violenta, porém, ela somente mostra a sua pior face por que já foi muito agredida pelo homem.

A Indústria e o Seu Peso Nessa Relação

Os processos industriais criados pelo homem atuam sobre o meio ambiente transformando-o através da poluição da água, do ar, do solo, da destruição de florestas e redução dos ambientes naturais. Hoje em dia existem muitas pessoas que nunca estiveram em contato com o mundo natural.

Isso acaba com o equilíbrio de interação entre os seres do planeta. Esse afastamento reduz a importância do instinto do homem, da sua emoção e espontaneidade na interação com a chamada natureza. Atualmente, existe uma consciência maior de que é necessário intervir nesses processos industriais na busca por uma relação mais harmônica entre o homem e a natureza.

Porém, mesmo havendo essa consciência ainda é difícil observar ações concretas que realmente tenham como objetivo prático priorizar a natureza em detrimento do crescimento da produção da indústria. Os discursos não são coerentes com o que se vê na prática e mesmo sendo urgente pensar num sistema de produção mais sustentável não existem ações que caminhem para isso.

Parece que mesmo todos vendo essa desarmonia na relação Homem-Natureza o processo de degradação só faz aumentar em todo o mundo. O consumismo é um elemento que contribui e muito para essa relação desigual e perigosa. É sempre bom lembrar que os recursos naturais em geral não são renováveis.

Problemas de Sempre

Os problemas ambientais que nos preocupam hoje já eram problemas de ontem, o que acontece é que as questões ambientais apenas vão ficando mais sérias e complexas de resolver com o tempo. A grande pressão sobre o planeta existe desde que a Europa, na Revolução Industrial, se desenvolveu na produção industrial.

O papel de grande pólo industrial já foi passado para os Estados Unidos e o problema de poluição só foi aumentando. Outros países como a China entraram de vez nessa equação de grandes indústrias e tornaram mais difíceis as relações Homem-Natureza. Além da poluição causada pelos processos industriais existem outros agravantes como o crescimento desenfreado da população.

A Consciência Ambiental

É bastante comum que novos empresários comecem os seus negócios já com uma consciência ambiental e tentando provocar o mínimo possível de danos ao meio ambiente. Porém, mesmo com essa conquista, que é bem importante, é necessário reduzir o consumismo da população mundial que é o que alimenta esse ciclo vicioso em que o homem destrói o seu próprio lar.

Quando um produto é lançado no mercado e faz sucesso a tendência é começar uma produção em larga escala do mesmo. Isso faz com que sejam gerados muitos resíduos e que se gastem mais recursos não renováveis para a sua produção. Sendo assim se forem consumidos menos desses produtos a sua produção será menor e o seu impacto também.

Ainda falta uma real valorização do meio ambiente e a descoberta que as agressões feitas contra a natureza são na verdade agressões contra nós mesmos. Uma máxima bem interessante é que o homem é o único animal que destrói o lugar em que mora. Essa autosabotagem pode causar sérios problemas para as próximas gerações.

Ciclo Natural

O homem deve compreender que ele é apenas parte do ciclo natural do planeta e não o seu dominante. Todos os dias novos conhecimentos são apreendidos pelo homem e nos deixam mais próximos de encontrar boas soluções para tornar a relação Homem-Natureza mais simples e prática.

.

Para ter a chance de minimizar os diversos problemas enfrentados pelo meio ambiente é necessário que o homem compreenda a fundo todas as formas e sentidos da natureza, para preservar é importante conhecer. Talvez seja por isso que observamos que todos os dias surgem novos cursos e universidades focados em questões ambientais.

O homem precisa ser mais participativo na preservação do meio ambiente, pois não tem como o homem não deixar de poluir e fazer mal ao planeta e esperar que o meio ambiente se recupere sozinho. O planeta precisa e está pedindo que o homem compreenda que ele não é o senhor de nada.

.

A percepção da hegemonia da natureza tem que aparecer não somente quando acontece algum desastre natural e sim em todos os momentos. A relação Homem-Natureza pode melhorar e ser mais harmônica desde que os homens assim o desejem. A natureza sempre esteve no seu lugar, quem chegou e mudou as coisas foi o homem então cabe a ele consertar o que não vai bem.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Natureza

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *