Como Mudar Hábitos e Produzir Menos Lixo?

Grande parte do mundo sofre com a problemática que somente aumenta, ao passo que o crescimento populacional do mundo se encontra em constante expansão. O planeta Terra precisa da ajuda de todos os seres-humanos para que o lixo não fique presente em todos os pontos terrestres. A educação sobre como produzir menos lixo deveria ser explorada de maneira qualificada pelas escolas brasileiras, visto que este representa problema pontual em níveis mundiais.

Organize o seu Lixo

Não se esqueça de colocar sistema de lixeiras separadas para cada tipo de resíduo na sua casa. Medida importante para que a facilitar as vidas dos profissionais que trabalham com a reciclagem. Alguns materiais ficam inviáveis para serem reciclados em consequência da mistura existente de outros elementos no mesmo saco de lixo. Síndicos de condomínios que não possuem este sistema devem implantar o quanto antes. Se cada residência colaborar com as simples regras de colocar os resíduos nas cores certas, o mundo vai melhorar em níveis significativos dentro deste âmbito de discussão.

Cuidado com o Lixo Eletrônico

O ano de 2005, somente o Brasil descartou cerca de 400 mil toneladas de lixos tecnológicos, desde geladeiras até computadores. Grande parte dos lixões foi depositada nos lixões comuns, que ficam em céu aberto e contaminam a estrutura do solo até os lençóis freáticos, inutilizando de maneira vitalícia a região para qualquer aspiração de idealizar projetos de plantação vegetativa na região.

Dentro do Brasil são as zonas municipais as principais responsáveis por idealizarem políticas públicas no sentido de recolher os lixos recicláveis. Interessante notar que, em termos gerais, o responsável por comandar a cadeia de reciclagem é o mercado. Entre as principais cidades com coleta seletiva vale destacar a região de Santo André, em São Paulo, com 100% da coleta feita conforme a seleção.

Lixos eletrônicos estão na lista entre as substâncias mais tóxicas para a atmosfera. Nos grandes centros metropolitanos existem organizações que realizam a coleta. Um bom exemplo é o Museu do Computador, em São Paulo, que recebe as coletas sem cobrar nenhum custo. Todas as doações passam pela seleção no galpão, local no qual se diferencia o conteúdo para novas mostras ou os direcionados ao pessoal da reciclagem. Os especialistas levam o lixo e os separam nas caçambas doadas por empresas capacitadas em fazer este tipo de coleta. Todos os empreendimentos que atuam em conjunto com o Museu possuem certificações.

Recicle o Seu Lixo               

Papel,  vidro, metal e plástico, todos estes considerados como tipos que demoram longos anos para encontrar a decomposição na natureza. Em termos gerais, as principais vantagens estão nas minimizações da utilização das fontes naturais, que algumas vezes possuem caráter de não renovável. O conceito em si está relacionado com o objetivo de transformam os materiais para os estados originais, primando à reutilização.

Compre produtos Reciclados       

Podem existir grandes ou pequenas variações relacionadas com a qualidade dos produtos reciclados. Por exemplo, os papéis reciclagens possuem aparência e aspectos diferentes dos feitos a partir do processo industrial da celulose, responsável pela queda de milhares de árvores dentro deste imenso país verde e amarelo. O Brasil está no topo da lista entre os maiores exportadores de celulose do mundo.  Outro exemplo está no vidro, que mesmo depois de derretido não voltar às características originais no que tange as cores ou durabilidade. Isso ocorre porque na primeira vez em que foram feitos os vidros passam por formulação composta por areia.

Por outro lado, latas de alumínio são consideradas semelhantes das originais. Isso acontece porque o resíduo pode ser derretido ao estado antes beneficiados na primeira composição do material, podendo assim virar nova unidade com as mesmas características.

Mudanças de Comportamento

Um litro de óleo despejado nos rios pode prejudicar certa de cem mil litros de água boa para o consumo. Nas estradas existem diversos caminhoneiros que jogam os componentes de plástico pela janela. O mesmo com o vento pode chegar até os rios e mares, poluindo assim grande parte da cadeia aquática. Diversos animais podem tomar a água contaminada com óleo, e por consequência, desenvolveram doenças que pode causar inclusive o óbito da espécie.

Necessidade de Consumo e Hábitos

O ser humano foi educado a consumir, independente do regime econômico engloba na sociedade. Em termos gerais, o consumo está relacionado com os prazeres da vida. Este sentimento parece estar enraizado em todos os tipos de classes sociais. Neste sentido, existe um grande confronto entre o sentimento de satisfação contra a problemática que este amontoado de consumo promove ao meio ambiente.

De um lado existe a maioria da população que não está disposta em diminuir o ritmo de consumo da vida e dos exageros que o paraíso do consumo pode promover, considerada como a sociedade do consumo. De outro lado, existe o dever cívico de tomar cuidado com a eliminação do lixo, considerado com um dos grandes problemas ambientais em todo o mundo.

Consumo Alienado

Existem pessoas que não possuem casa própria, mas fazem questão de renovar o celular em cada seis meses, ou mesmo utilizar somente roupa da moda para estar sempre seguindo as últimas tendências da moda. Em termos gerais, principalmente as populações que estão em desenvolvimento encontra alta demanda de necessidade de consumo supérfluo acima até do que as necessidades básicas da vida. Pessoas apreciam a ideia de sair à noite para beber e jogar as garrafas de qualquer maneira no lixo, ou fora dele, do que reservar dinheiro para pagar as contas do cartão de crédito, por exemplo.

O exagero representa principal fator para que aconteça aumento do lixo nos grandes centros. Será que existe a necessidade de possui mais do que vinte pares de sapatos dentro do guarda-roupa? Em termos gerais, as pessoas preferem se vestir para causar inveja aos outros do que se preocupar com o excesso de lixo que a cada nova temporada preenche os aterros espalhadores pelo país.

Neste sentido a principal mudança deve estar atrelada com humildade, consumindo somente o que é necessário, sem cometer exageros. Concentre os gastos para resolver problemas ou comprar itens que realmente são necessários: O planeta Terra agradece!

Escrito por Renato Duarte Plantier

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Lixo

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • nao jogue lixo nas ruas nem nos e em nenhum lugar

    silvio 17 de Maio de 2013 1:17

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *