Bastão do Imperador

A planta conhecida popularmente como Bastão-do-Imperador tem como nome científico Etlingera elatior. Outros possíveis nomes populares dessa planta são: Flor-de-Cera, Gengibre-Tocha e Flor-da-Redenção. A família dessa planta é a Zingiberaceae e pode ser encaixada nas categorias de arbustos tropicais, flores perenes ou somente arbustos.

Os climas preferidos pela Bastão-do-Imperador são o tropical, subtropical e equatorial. A origem dessa planta é a Indonésia, pode atingir uma altura entre 3,6 e 4,7 metros. A luminosidade ideal é a meia sombra e o seu ciclo de vida é o perene.

Descrição da Bastão-do-Imperador

Trata-se de um tipo de gengibre que tem flores bem chamativas e que podem ser vistas a longa distância. As folhas dessa planta são do tipo tropical, largas e coriáceas apresentam hastes longas. O nome dessa planta vem da sua inflorescência que se caracteriza por ter brácteas vermelhas com flores também vermelhas e o lábio amarelo.

A haste que sustenta essa inflorescência é robusta e longa. Um tipo de planta muito valorizada nos jardins contemporâneos e tropicais, pode ser cultivada isoladamente ou então em grupos. O florescimento acontece no verão e na primavera. A bastão-do-imperador é uma ótima opção de flor de corte.

Pode ser usada para criar lindos arranjos florais que além de duráveis são muito elegantes. É possível encontrar algumas variedades de flores brancas ou róseas da bastão-do-imperador. O cultivo deve ser feito em solo fértil e preferencialmente a meia sombra. Para ajudar a planta a se desenvolver a dica é que o solo seja rico em matéria orgânico.

A irrigação deve ser feita com frequência, uma planta que não suporta geadas, frio ou ventos fortes. A sua multiplicação pode ser feita através de sementes, rizomas ou então divisão da touceira.

Bastão-do-Imperador – Variedades de Tons de Vermelho e Branco

A Bastão-do-Imperador é uma planta herbácea rizomatoza e robusta que pode ser um atrativo interessante para o seu jardim. Fazendo parte da família Zingiberaceae e podendo chegar a atingir entre três e seis metros é uma planta que conta hastes eretas, podemos até mesmo comparar com o visual da cana. As suas longas folhas contam com uma grande variedade de tonalidades que variam do verde rosado até um marrom avermelhado.

O gênero Etlingera possui uma grande variedade de espécies que quase sempre apresentam lindas e vistosas inflorescências. Para deixar o seu jardim mais colorido você pode apostar na variedade de tons de vermelho, desde o escuro até o tom rosa. Para ter algumas flores brancas opte pela variedade chamada de Branco de Sabá.

Bastão-do-Imperador – Tom Marrom

Quem deseja uma flor mais exótica pode apostar numa espécie de Bastão-do-Imperador que tem um tom marrom que é quase negro. A flor dessa planta parece uma tulipa e a sua folhagem também é diferente. A coloração da folhagem é de um bronze, algumas variedades têm folhas que podem chegar ao tom marrom chocolate.

O Cultivo do Bastão-do-Imperador

Esse tipo de planta prefere os solos ricos em matéria orgânica para o cultivo, além disso, é importante que haja um espaçamento entre as touceiras bem generoso. A dica é que o espaço seja de no mínimo 2,50 metros entre as fileiras e 1,50 metros entre as covas.

A distância é importante, pois as touceiras ficam enormes no que concerne a altura e a extensão. A planta exige um solo úmido para se desenvolver. A Bastão-do-Imperador é originária de ambientes de temperaturas elevadas e por isso mesmo precisa de calor para se desenvolver.

O calor constante é necessário para que seja possível estimular o florescimento. Quando o ambiente tem uma temperatura favorável a planta pode crescer bastante entouceirando com bastante rapidez. A origem do sistema de rizomas acontece diretamente das inflorescências uma vez que essas são separadas das hastes vegetativas.

Após ser plantada a Bastão-do-Imperador costuma levar cerca de um ano e meio a dois anos para florescer.

Bastão-do-Imperador Comestível

A planta conhecida como Bastão-do-Imperador além de ornamental devido as suas lindas flores também é comestível. Trata-se de um ingrediente presente em diversos pratos culinários de países da Ásia. Para que possa ser utilizada como ingrediente essa planta deve ser fatiada finamente.

Depois disso pode fazer parte de vários pratos, o resultado em termos de sabor é uma sensação picante. Porém, é diferente do gengibre comercial.

O Mercado Comercial do Bastão-do-Imperador

Os países que mais utilizam o Bastão-do-Imperador são os Estados Unidos, Canadá, Holanda, Dinamarca, França, Alemanha, Bélgica e Japão. Todos esses países têm uma demanda grande por essa planta. A oferta do Bastão-do-Imperador acontece durante todo o ano, mas tem o seu ápice nos meses de novembro e fevereiro.

Dicas de Luz, Temperatura e Umidade Para a Bastão-do-Imperador

Trata-se de uma planta que é capaz de se adaptar bem numa grande faixa de temperatura. Os cuidados devem ser mais intensos nos casos de quem deseja fazer um cultivo comercial da Bastão-do-Imperador. A temperatura indicada para o cultivo dessa planta durante o dia é de 22°C a 35°C e de noite de 18°C a 27°C.

Em geral a temperatura mais indicada para a produção em larga escala dessa planta fica entre 24°C e 30°C. Para que a planta se desenvolva bem o mais indicado é que conte com uma umidade que fique entre 70 e 80%. O cultivo deve ser feito num local que tenha sol pleno ou então meia sombra.

Como são plantas vigorosas costumam crescer rapidamente e por isso mesmo é importante implantar quebra ventos como uma forma de proteção. O melhor momento para fazer a implantação dos quebra ventos é durante os períodos chuvosos, de preferência no começo das chuvas. O plantio das mudas ou dos rizomas deve ser feito durante as horas mais amenas do dia.

Produção e Colheita do Bastão-do-Imperador

Quando o cultivo dessa planta é feito de forma correta, dependendo do tipo de muda que você escolheu, pode começar a ser colhida entre 11 e 15 meses. Por ano/touceira é possível contar com um número entre 60 e 90 flores.

É importante saber que as inflorescências têm pontos diferentes de colheita. O tamanho mínimo que a haste deve ter é de 60 cm. A adubação tem um papel importante no crescimento e também na produção de flores da Bastão-do-Imperador. Uma dica é contar com um solo levemente ácido para obter mais flores.

A flor bastão do imperador é pouco conhecida, mas são chamativas e muito bonitas, sendo uma espécie de gengibre com folhagem tropical, possuindo hastes alongadas e folhas bem largas. Para enfeitar jardins é uma opção perfeita principalmente para aquelas pessoas com estilo contemporâneo podendo ser plantadas sozinhas ou em grupos dando um visual maravilhoso ao local.

Essas flores florescem na primavera e também no verão podendo ser utilizadas para arranjos, pois duram bastante tempo. Para ser cultivada o sol é de grande importância e o solo precisa ser fértil e muito rico em matérias orgânicas e com freqüência irrigado. Essa espécie não suporta ao frio e nem mesmo ventos muito fortes e se multiplica por sementes, rizomas e divisão das touceiras. As flores bastão do imperador na cor branca são maravilhosas podendo ser colocadas em cima da mesa em forma de arranjo enfeitando também a casa em seu interior.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Flora

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Como faço para comprar sementes ou mudas de Bastão do Imperador

    Nelineusi Costa de Souza 14 de Março de 2012 21:03
  • gostei muito vou plantar.

    onde encontro mudas saldaveis desta alpinia branca. é linda.

    aurora 27 de Janeiro de 2014 22:43

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *