Árvore Carvalho Branco Existe?

As árvores sempre foram muito importantes para a manutenção da vida no planeta. Isso porque, a partir delas, o nosso ambiente é moldado, sempre buscando o equilíbrio para que as espécies possam viver em harmonia. Lembrando sempre que, além de fornecer sombra e um clima mais ameno ao seu entorno, as árvores ajudam a diminuir a poluição atmosférica, já que utilizam do dióxido de carbono para poder realizar a fotossíntese, devolvendo à atmosfera oxigênio.

Nas grandes cidades, como São Paulo, vemos que há uma grande defasagem na presença de árvores, podendo destacar que tais locais são verdadeiras “selvas de concreto” pois, em cada canto, há uma construção em concreto, arranha-céus, ou seja, uma grande gama de construções artificiais, sem um toque mais verde de vegetação, sendo relegado a poucos pontos, como parques.

Mas, além do grande papel ambiental que as árvores carregam consigo, outro ponto a se discutir, também, é o uso econômico das árvores, que tem diversos empregos: desde o uso para a fabricação em móveis, até para o uso para fabricação de folhas e outros insumos.

Em se tratando de móveis, muito se veem nas lojas móveis que são construídos utilizando a madeira de carvalho, por se acreditar que é uma madeira flexível e resistente. A cor característica do caralho é marrom, mas será que existe árvore de carvalho de cor branca? É o que pretendemos descobrir a seguir.

O Carvalho Branco: Quercus alba

Está, aí, o nome científico do carvalho branco, árvore essa que é comumente encontrada na América do Norte, que se destacada na família dos carvalhos por apresentar uma longevidade bem maior que as outras da mesma espécie. Já se chegou a conhecer espécimes que tinham mais de 450 anos de idade.

Apesar do nome, a cor usual desse carvalho é um cinza claro, sendo que branca mesmo é bem rara de aparecer, e, quando aparece, se destaca de uma forma nunca vista. Na floresta, se caracteriza por uma planta que pode ser vista de uma forma bastante bonita, com copas bem espaçadas e com galhos que podem ter um formato bastante irregular.

Embora tenha imponência na floresta, não é uma árvore muito alta, podendo atingir um tamanho entre 19 a 25 metros, mas o que te torna “apresentável” é, justamente, as suas folhas e as copas de tais árvores. Embora ela possa crescer até 25 metros, existem casos onde o crescimento foi absurdo, sendo que, a árvore de carvalho branco mais alta documentada até agora foi um exemplar que chegou a mais de 43 metros de altura. É esperado que os carvalhos brancos tenham, em média, 600 anos de vida, mas, atualmente, tal meta é difícil de ser batida, justamente pelos grandes problemas que o meio ambiente atravessa por conta das ações humanas.

Na primavera, época que a maioria das flores desabrocham, as folhas do carvalho branco começam com uma coloração rósea, que vai tendendo para o verde claro, e potencialmente, para o verde escuro com o passar do tempo, além de ir adquirindo o formato que lhe é comum, podendo ter um comprimento que pode chegar a 21 centímetros.

Embora seja uma espécie nativa da América do Norte, o carvalho branco tem uma fácil adaptação a vários tipos de climas, sendo cultivado em vários locais do planeta. Tantos habitats úmidos quanto secos, além de habitats que possam atingir mais de um quilômetro de altura, o carvalho é uma das árvores que mais se podem adaptar aos diferentes climas que existem no planeta.  No entanto, é bastante importante frisar que essa árvore não consegue se adaptar ao ambiente das cidades, justamente por causa do concreto presente no solo, que inibe o seu crescimento e faz com que o seu desenvolvimento seja prejudicado.  Em bairros residenciais, no entanto, esse desenvolvimento não é muito percebido, por, geralmente, o solo não ser muito concretado.

Por causa de sua estrutura, que é bastante resistente à podridão e a infiltração da água, a madeira de carvalho branca é bastante requisitada para a indústria vinícola, para a construção de barris utilizando a sua madeira com o propósito de o vinho ficar conservado e não ter problemas com o armazenamento, já que o vinho poderia corroer um material de baixa qualidade.

Além disso, a árvore também é bastante requisitada pela indústria de casas, já que, em alguns locais do planeta, o material é utilizado em contrapartida da alvenaria, por diversas razões econômicas e culturais. A indústria de armas também requisita e muito a madeira, sendo que o Japão é um dos principais importadores da madeira do carvalho branco para esse fim.

Os fins econômicos não são os únicos pelos quais o carvalho branco é importante. No meio ambiente, as folhas (que raramente caem da árvore, por sinal), servem como alimento para animais como veados e alces.

A importância do carvalho branco na América do Norte, sobretudo nos Estados Unidos, pode ser vista analisando o simbolismo que ela causa na população do país. A árvore de carvalho branco é símbolo de pelo menos dois estados dos EUA, como o Illinois, sendo que esse símbolo foi definido depois de um concurso escolar.

Como Cultivar Um Carvalho?

Assim como os outros da mesma espécie, o carvalho branco pode ser cultivado por você de uma maneira simples. Primeiramente, deve-se plantar em um vaso pequeno, uma semente da árvore, para que ela possa, aos poucos, brotar e conseguir se estabelecer. Depois de brotar, e ter uma muda de um tamanho considerável, é hora de preparar o local onde ela será plantada de forma definitiva. Assim, é importante você descolar um local mais sensato para que ela possa ser plantada, além, é claro, certificar que esse local atenda aos requisitos necessários para que ela possa se desenvolver. Lembrando sempre que, apesar de o carvalho não exigir muito para poder se desenvolver, é bom ter algumas possibilidades de sobrevivência. Assim, encontrado o local, retire a muda do vaso, com cuidado, para que ela não se machuque, e plante-a, afofando a terra e adubando-a, para que ela possa se sentir “em casa” e, assim, ter uma adaptação melhor ao novo terreno.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Flora

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *