Tartaruga de Aquário

Embora tartarugas não sejam animais que proporcionam uma interação tão intensa quanto cães e gatos estão na lista dos principais animais de estimação. Pode ser uma opção interessante para quem tem crianças em casa, por exemplo, uma vez que é um animal fácil de cuidar. A seguir vamos explicar um pouco mais sobre a realidade das tartarugas de aquário e como cuidar bem delas para quem está pensando em ter um indivíduo dessa espécie como animal de estimação, pode ser uma excelente companhia.

Dicas de Como Cuidar da Tartaruga de Aquário

Alimentação da Tartaruga de Aquário

Essas tartarugas realizam as suas refeições dentro da água para não engasgarem. Nas lojas especializadas é possível encontrar rações específicas para tartarugas domésticas contendo os nutrientes essenciais para a sua saúde como o cálcio. Além disso, esses animais tem um gosto especial por verduras como espinafre e alface.

O Aquário

O tamanho do aquário deverá ser pensado conforme o tamanho da sua tartaruga. No caso de quem comprou uma tartaruga recém-nascida pode começar com um aquário menor, porém, se for possível já comprar um aquário pensando no tamanho que o animal irá atingir quando for adulto é melhor para não fazer mudanças drásticas o tempo todo. As mudanças de ambiente estressam o animal.

Área Seca e Área Molhada

Dentro do aquário da sua tartaruga é necessário que haja uma parte que seja seca e outra molhada. Uma forma de facilitar a locomoção da sua tartaruga é inserir uma rampa dentro do aquário de maneira que ela possa transitar entre os espaços quando desejar. Lembramos que as duas áreas, seca e molhada, são importantes para o animal.

Para oferecer mais conforto para a tartaruga você pode inserir uma caverna para que ela se abrigue na área seca. Já no espaço molhado você deve se certificar que a profundidade tem o mínimo do comprimento da tartaruga, ela deve conseguir ficar em pé dentro da água e a água deve cobri-la.

O aquário de uma tartaruga não necessita de itens decorativos como cascalho ou pedras. Aliás, é até melhor que não haja nada no aquário para que ela não corra o risco de engolir. As tartarugas tem o mau hábito de comer quase tudo o que veem. A seguir vamos falar um pouco mais sobre usar plantas de decoração, mas isso porque elas têm uma função além de decorar, as plantas podem servir de alimento para a sua tartaruga.

A Iluminação do Aquário

Tenha o cuidado de posicionar o aquário da sua tartaruga num local que tenha boa iluminação, porém sem que haja a incidência direta do sol. Contudo, observe que as tartarugas são animais que precisam de vitamina D3 que é fundamental para o seu desenvolvimento. Se elas não podem obter isso do sol pode ser necessário instalar lâmpadas especiais que emitam o raio UV. A dica é deixar a tartaruga tomando sol três vezes por semana durante alguns minutos.

O Ambiente

Para garantir a qualidade de vida da sua tartaruga é importante que o local em que o aquário está localizada seja silencioso, evite deixa-lo próximo a aparelhos de som ou de televisão. As tartarugas têm ouvidos com grande sensibilidade, para ter certeza de que a tartaruga está bem observe o seu comportamento, ou seja, se ela fica mais tempo na água, quando ela tenta subir nas paredes do aquário é porque algo está errado. Esse comportamento indica que a tartaruga está tentando fugir do ambiente em que se encontra porque acha que de alguma maneira ele não está adequado.

Plantas

Ter plantas no aquário da sua tartaruga pode ajudar a trazer uma melhor qualidade de vida para o animal. Além de ser um item de decoração as plantas podem oferecer vitamina A para as tartarugas. Plantas na dieta fazem bem para a sua dieta e também para a sua carapaça.

Dentre as plantas que esses animais mais gostam estão Potamogeton nodosus, Vallisneria sp e Myriophyllum spicatum. Na área seca do aquário é possível adicionar o hibisco e a papoula além de verduras como couve, por exemplo. Indicamos que o aquário não seja tampado para evitar que o animal corra o risco de desenvolver doenças.

A Limpeza do Aquário

É importante fazer a limpeza do aquário pelo menos uma vez por semana, em comparação com os peixes, as tartarugas, fazem mais sujeira. Tenha o cuidado de usar filtros potentes que contribuam para a limpeza. O aquário deve ser grande o bastante para que a sua tartaruga possa crescer com saúde. Se você puder ter duas tartarugas é melhor, pois assim a vida delas não será solitária. Quando se tem dois indivíduos dividindo o mesmo espaço é muito mais fácil para que eles interajam e possam ter mais saúde no seu dia a dia.

Temperatura

Da mesma maneira que os peixes as tartarugas necessitam de uma temperatura adequada em seu ambiente, a regulagem deve ficar entre 26 e 28 graus. Para conseguir que a temperatura não fique abaixo dos 25 graus você pode usar uma lâmpada. Isso é importante para que a tartaruga não tenha um grande choque térmico quando sair da água para a área seca.

A água também precisa de cuidados, ela deve estar sempre limpa para evitar que a tartaruga sofra com doenças. Uma maneira de conseguir isso é usando um filtro ou mesmo trocar a água com grande frequência de maneira que a tartaruga esteja sempre num ambiente limpo. Pense que a sua tartaruga não terá um desenvolvimento saudável num ambiente sujo.

Carinho e Atenção

Embora uma tartaruga não tenha o mesmo grau de interação que um cão ou um gato também é um animal que exige atenção e carinho. Quando alguém se dispõe a ter um animal de estimação deve estar pronto para abdicar de parte do seu tempo em favor do animal. Isso inclui o tempo para comprar a comida, limpar o ambiente em que ele ficará e também passar algum tempo brincando e lhe dando carinho.

A tartaruga de aquário é um animal Zinho de estimação encantador e que gosta muito de carinhos na cabeça, adora sol e quando seu dono coloca comida na mão para que ela pegue é uma alegria muito grande para ela. Mesmo sendo de água é preciso ter um local mais alto no aquário para que ela suba e fique por alguns minutos fora da água para que possa descansar. Esse tipo de tartaruguinha é carnívora e por isso as vezes é preciso colocar em seu aquário peixe moído e também carne moída e cru.

A reprodução pode ser feita tranquilamente em cativeiro desde que a fêmea seja adulta, sendo a partir de cinco anos de idade e os filhotes nascem com quatro centímetros, elas crescem três centímetros por ano e quando adultas chegam a medir vinte e cinco centímetros vivendo quarenta anos. Os ovos colocados pela fêmea segam a dez por fez e o acasalamento é feito entre julho e agosto.


Categoria(s) do artigo:
Fauna

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • So that’s the case? Quite a revtelaoin that is.

    Tisha 21 de outubro de 2011 2:23

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *