Crime de Lesa-Natureza

Senado Federal comete crime de lesa-natureza com a aprovação do Senado para que o desmatamento continue em nível exorbitante no país. De nada valem as ações de conservação ao meio ambiente e recursos naturais que não existe fiscalização de acordo com o a amplitude vegetativa existente no país que abriga a maior floresta tropical do mundo. Todos os partidos políticos considerados grandes possuem culpa no cartório, as leis atuais representam verdadeiro estímulo à plena destruição da natureza brasileira.

Crime de Lesa-Natureza

Crime de Lesa-Natureza

Reformas no Novo Código

Mesmo com os dezoito vetos proporcionados pela presidenta Dilma, o Código ainda está ineficaz no que tange ao combate do desmatamento ilegal e desenvolvimento sustentável. Interessante notar que o código contou com pelo menos atraso de meio ano para ser aprovados.

O atraso em questão ocorreu principalmente por causa das decisões decorrentes sobre as medidas provisórias que autorizam a venda de bebidas alcoólicas nos estádios. Fator que explícita a verdadeira preocupação econômica dos governantes em detrimento da degradação ambiental.

Envilecimento do IBAMA

Como se não bastassem os problemas que o atual Novo Código Ambiental não vai conseguir sanar, a cada dia que passa o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis conta com menos escritórios regionais que possuem entre outras funções a de fiscalizar os abusos gerados no meio ambiente pela ação humana.

A preocupação ambiental está presente apenas nos discursos políticos que surgem conforme chegam os pleitos eleitorais. As políticas do gênero sofrem alto nível de degradação comparável com as existentes nas grandes regiões vegetativas deste imenso país verde e amarelo.

A culpa na prática está em todos os governantes que governaram o país. Todos esperavam que no início do novo século o PT traria soluções para tentar resolver os problemas ambientais. No entanto, a natureza e o IBAMA estão em estados terminais com a política da atualidade. Segundo Bosco Carvalho, da Revista Ecológica, “Lula e Dilma são responsáveis pelo maior crime lesa-natureza da história no mundo”.

O texto do artigo divulgado na internet afirma que estamos vivendo a ditadura social-liberal democrática, o que na verdade modifica as diretrizes de acordo com os capitais internacionais. O intervencionismo político e econômico não encontra limites para evoluir em detrimento das causas da natureza.

Um exemplo a ser citado está no descaso com os povos indígenas, principal inconstitucionalidade praticada pelos governantes. As obras do Xingu que ambicionam construir a terceira maior usina hidrelétrica do mundo que fica atrás somente das gigantes chinesa e de Itaipu representa a grande queixa do povo que acredita no valor sagrado do rio.

O caminho do desenvolvimento do país mede como pequenos entraves o desejo dos nativos. Uma nota do ANPR (Associação Nacional de Procuradores da República), divulgada no final do ano passado reafirmou manter o poder do IBAMA para policiar o meio ambiente e recursos renováveis. O que não acontece na prática!  Por Renato Duarte Plantier

.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Desastres Naturais

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *